CURITIBA INVESTE U$S 281 MILHÕES EM PROJETOS VERDES

Compartilhe:

Prefeito Rafael Greca no painel Shaping the Future of Green Finance in Cities (Modelando o Futuro de Financiamento Verde em Cidades), na Cúpula C40, em Buenos Aires.
Prefeito Rafael Greca no painel Shaping the Future of Green Finance in Cities (Modelando o Futuro de Financiamento Verde em Cidades), na Cúpula C40, em Buenos Aires.

Em palestra no painel Shaping the Future of Green Finance in Cities (Modelando o Futuro de Financiamento Verde em Cidades), na Cúpula C40, em Buenos Aires, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, disse que a chave para garantir financiamentos a projetos estruturantes está no fortalecimento e desenvolvimento da capacidade técnica e institucional dos municípios e o estabelecimento de conexões com múltiplos níveis de governo.

Prefeito Rafael Greca no painel Shaping the Future of Green Finance in Cities (Modelando o Futuro de Financiamento Verde em Cidades), nesta sexta-feira (21/10) na Cúpula C40, em Buenos Aires. Foto: Divulgação
Prefeito Rafael Greca no painel Shaping the Future of Green Finance in Cities (Modelando o Futuro de Financiamento Verde em Cidades), nesta sexta-feira (21/10) na Cúpula C40, em Buenos Aires. Foto: Divulgação

“É nosso papel é deixar uma cidade melhor, mais sustentável e consequentemente um mundo melhor”, afirmou Greca.

Para isso, segundo o prefeito curitibano, é ainda fundamental promover a integração, a articulação e o estabelecimento de parcerias, promovendo alianças estratégicas em escala, nacional e global. Essa abordagem constitui um ambiente favorável para o desenvolvimento e implementação das ações necessárias que transformam projetos em realidade.

Também participaram do painel o prefeito de Austin (Texas), Steve Adler, o CEO da London Pension Fund Authority, Robert Branagh e a diretora do grupo de investimentos CDPQ Global Partnerships, Rebecca Manuel.

Gestão estratégica

Greca ressaltou que a gestão de Curitiba está pautada em cinco áreas estratégicas que envolvem a ação climática, a mobilidade sustentável, o planejamento inclusivo, big-data, plataformas colaborativas e hipervisor urbano e o equilíbrio fiscal.

O conjunto de ações de Curitiba, com base na estratégia definida pela gestão garantiu ao município os investimentos para os projetos em andamento. A atual carteira de projetos estruturantes da Prefeitura de Curitiba, provenientes de contratos de empréstimos internacionais, é 100% destinada a alcançar as metas que conduzam a capital paranaense à neutralidade de carbono em 2050 e a ser uma cidade mais resiliente.

“São U$S 281 milhões dedicados a intervenções de mobilidade sustentável e à gestão do risco climático”, frisou o prefeito de Curitiba.

Os programas e projetos em fase de desenvolvimento em Curitiba estão estruturados à promoção da resiliência urbana. São destaques neste campo o Projeto Reserva Hídrica do Futuro; as intervenções para a implantação da eletromobilidade em larga escala no transporte público; o Programa Mais Energia de promoção ao uso de energias renováveis e o Programa de Gestão de Risco Climático Bairro Novo do Caximba.

Relacionados

Edição Impressa